NA5 Blog

Como usar código personalizado no fluxo de trabalho do HubSpot (Operations Hub)

Como usar código personalizado no fluxo de trabalho do HubSpot (Operations Hub)

Confira o que você precisa saber para usar código personalizado no fluxo de trabalho do HubSpot (Operations Hub) e otimizar as operações da sua empresa.

Publicado em por

Nós já falamos por aqui das incríveis novas possibilidades que o Operations Hub trouxe para o CRM da HubSpot, em parte protagonizado pelo Custom Objects. Mas, como isso funciona na prática? Como realmente utilizar fluxos de trabalho (Workflows) com códigos personalizados na HubSpot? É isso que vamos responder hoje 😉

Para além do “tecnês”, também vamos mostrar como RevOps, responsáveis pela receita da operação, podem e devem usar automações com códigos personalizados para integrar sistemas (enriquecer dados) e tratar informações da sua base de dados, com quase* nenhum conhecimento sobre códigos.

*Exceto para a criação e verificação dos códigos (funções) que executarão de fato da ação desejada. Isso, no entanto, pode ser validado pela equipe interna de TI ou consultoria HubSpot para que o RevOps pense apenas na operação.

O que você precisa saber

Mas, para explorar os códigos personalizados na HubSpot, você precisa entender como funcionam algumas ferramentas da plataforma. A NA5 Labs criou uma “trilha de aprendizado” para que você tenha a visão completa de tudo que abordaremos daqui para frente.

Se ainda não conhece algum dos termos abaixo, sugerimos que leia os conteúdos adicionais antes de continuar neste texto.

Códigos personalizados na prática

Os códigos personalizados da HubSpot são uma feature (funcionalidade) disponível para assinantes da versão Professional do Operations Hub, que permite a criação e execução de códigos (JavaScript) em um ambiente de execução Node.js 12.

Para quem não escreve códigos, isso significa (resumidamente) que você pode determinar algumas “funções” com base nas informações do seu CRM. As funções executadas podem ser do tipo internas ou consultando dados externos (APIs).

As funções internas são códigos com a finalidade de realizar, por exemplo, o tratamento de dados ou verificação das informações de um objeto na HubSpot (contato, empresa, negócios, tickets ou algum customizado).

Um dos exemplos mais comuns é a validação do CPF e CNPJ (a partir de um cálculo que determina se ele é válido ou não). Outro caso comum é a formatação do número de telefone dos contatos registrados no CRM no padrão internacional E.164 — como adicionar o “DDI+DDD” no início dos números cadastrados, por exemplo.

Já as ações externas, são códigos que “capturam” informações de outros sistemas, através de APIs. Um código muito usado é o de enriquecimento de dados sobre a empresa cadastrada. Nestes casos, o código executa uma busca em bancos de dados — como Serpro ou idwall — a partir do CNPJ cadastrado e salva as informações localizadas lá (atividade econômica, status do registro, etc.) no cadastro da empresa no CRM da HubSpot.

Continue aprendendo:
  • Confira aqui alguns exemplos práticos de como Fintechs podem usar o Operations Hub para potencializar o seu CRM.

Inserindo um código personalizado no fluxo de trabalho da HubSpot

Agora que definimos o conceito dos códigos personalizados e como eles podem funcionar na prática, vamos olhar para como configurá-lo nos fluxos de trabalho (workflows) da HubSpot.

O primeiro passo é criar um novo workflow. Para isso, você deve clicar no Menu principal e selecionar Automações > Fluxos de Trabalho > Criar fluxo de trabalho.

Em seguida, você precisa definir o “gatilho” da automação, ou seja, a informação inserida na HubSpot que disparará as automações seguintes.

Agora você deve selecionar a ação “Código personalizado” e inserir o código personalizado feito pelo desenvolvedor.

A execução desse código (seja ela interna ou externa) retornará uma variável, que nada mais é do que a resposta do seu código (callback). Na HubSpot, essa variável será configurada como uma “Saída de dados”. Um mesmo código pode ter mais de uma saída de dados.

Neste campo, você definirá qual é o tipo de informação retornada (texto, número, data, etc.) e à qual nome (propriedade) ela será associada dentro do fluxo.

exemplo-saidas-de-dados-codigo-personalizado-fluxo-de-trabalho-hubspot-operations-hub
Exemplo de uma variável de retorno (callback) como “CNPJ sem formatação” em “Saídas de dados” na ação de “Código Personalizado” em um Fluxo de trabalho (Workflow) no HubSpot Operations Hub Professional. Disponível em https://app.hubspot.com/. Acesso em 6 de setembro de 2021.

As saídas de dados geradas pelo código personalizado poderão ser utilizadas em ações do fluxo de trabalho (workflows) de “Copiar valor da propriedade”, usando um valor de saída para atualizar um cadastro no CRM da HubSpot.

exemplo-codigo-personalizado-fluxo-de-trabalho-hubspot-operations-hub
Exemplo de Fluxo de trabalho (Workflow) utilizando código personalizado no HubSpot Operations Hub Professional combinado com a ação "Copiar valor da propriedade". Disponível em https://app.hubspot.com/. Acesso em 6 de setembro de 2021.

DicaPro: o seu desenvolvedor pode criar códigos customizados complexos que realizam atualização (update) de cadastro no CRM da HubSpot, por uma “chamada” de API. No entanto, como a HubSpot possui um limite para as chamadas de APIs por segundo (que variam de acordo com o plano contratado), é recomendado usar a ação “copiar valor da propriedade” no workflow para fluxos com um grande volume de processamento. Dessa forma você reduz a quantidade de chamadas da API da HubSpot.

Os códigos personalizados nos fluxos de automação da HubSpot são uma verdadeira revolução para o CRM, pois criam uma infinidade de novas possibilidades e estratégias de negócios para as empresas.

A NA5 ajuda sua empresa com consultoria e na contratação de HubSpot. Se você precisa de implementação HubSpot, conta com a gente.

Este é o nosso segredo

Nós revelamos os segredos que inspiram especialistas HubSpot de grandes empresas do mundo.